Ensaio sobre a revolta

Autores

  • Diego dos Santos Reis UFPB/Professor Adjunto

Palavras-chave:

Racismo, Sexismo, Genocídio, Necropolítica, Justiça

Resumo

O ensaio busca traçar um retrato do Brasil contemporâneo a partir das múltiplas violações aos direitos humanos praticadas e legitimadas por governos reacionários e genocidas. Visa tematizar como o assassinato da vereadora negra Marielle Franco e os obstáculos interpostos no curso das investigações são fruto de um projeto político, sistemático e programático, que tem como cerne o genocídio da população negra no Brasil, respaldado pela estigmatização e marginalização desse grupo racial. Por fim, ressoa também nessas linhas a percepção da revolta como força de resistência, cujo clamor por justiça materializa-se nas vozes e nos corpos insurgentes, que denunciam o intolerável das medidas, gestos e ações ancorados nos pactos raciais e sexuais vigentes no país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego dos Santos Reis, UFPB/Professor Adjunto

Professor Adjunto de Filosofia do Departamento de Fundamentação da Educação da UFPB. Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades (Diversitas/FFLCH/USP). Pós-Doutorando na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. É Doutor, Mestre e Licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com estágio doutoral no Institut d'Études Politiques de Paris/SciencesPo (com bolsa CAPES/PDSE). Bacharel em Artes Cênicas - Teoria do Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Epistemologias do Sul  pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLACSO).

Referências

BENEVIDES, Bruna G; NOGUEIRA, Sayonara Naider Bonfim(Orgs.). Assassinatos em 2020. In: ________. Dossiê dos assassinatos e da violência contra travestis e transexuais brasileiras em 2020. São Paulo: Expressão Popular, ANTRA, IBTE, 2021, p. 31-53.

BRASIL. Senado Federal. Comissão Parlamentar de Inquérito Assassinato de Jovens. Relatório final. 2016. Disponível em: <https://legis.senado.leg.br/ . Acesso em: 10 jan. 2021.

CACASO. Lero-lero. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

CARNEIRO, Sueli. Em legítima defesa. In: ____. Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil. São Paulo: Selo Negro, 2011.

CONSELHO INDIGENISTA MISSIONÁRIO. Relatório violência contra os povos indígenas no Brasil – Dados de 2018. Brasília, 2019. Disponível em: <https://cimi.org.br/2019/09/>. Acesso em 5 dez. 2020.

EVARISTO, Conceição. Poemas da recordação e outros movimentos. Rio de Janeiro: Malê, 2017.

FLAUZINA, Ana Luiza Pinheiro; VARGAS, João Helion Costa (Org.). Motim: horizontes do genocídio antinegro na Diáspora. Brasília: Brado Negro, 2017.

FRANCO, Marielle. UPP – A redução da favela a três letras: uma análise da política de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdade de Administração e Ciências Contábeis, Universidade Federal Fluminense. Rio de Janeiro, 2014.

GOMES, Nilma Lino; LABORNE, Ana Amélia de Paula. Pedagogia da crueldade: racismo e extermínio da juventude negra. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 34, 2018, p. 1-26. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698197406. Acesso em: 5 dez. 2020.

GONZALEZ, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira. In:________. RIOS, Flávia; LIMA, Márcia(Orgs.). Por um feminismo afro-latino-americano: ensaios, intervenções e diálogos 1.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2020.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA; FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Org.). Atlas da violência 2020. Brasília; Rio de Janeiro; São Paulo: IPEA; FBSP, 2020. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/ Acesso em: 20 nov. 2020.

NASCIMENTO, Abdias. O negro revoltado. 2.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, [1968] 1982.

NASCIMENTO, Abdias. Pronunciamento de Abdias Nascimento no Senado Federal em 14/05/1998. Disponível em: https://www25.senado.leg.br Acesso em: 20 nov. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-29

Como Citar

dos Santos Reis, D. (2021). Ensaio sobre a revolta . Sul-Sul - Revista De Ciências Humanas E Sociais, 1(Especial), 53–61. Recuperado de https://revistas.ufob.edu.br/index.php/revistasul-sul/article/view/834

Edição

Seção

Número Especial 01 (2021) - Marielle Franco Presente!