Anúncios

INFORMAÇÃO SOBRE O QUALIS PERIÓDICO

2021-04-28

Assim como toda revista que não passou pela avaliação da Capes, porquanto fundada há menos de um ano (maio de 2020), a Sul-Sul não dispõe, ainda, de classificação no Webqualis. Contudo, como em breve terá início a avaliação do Coleta 2020 e da quadrienal 2017-2020 da Capes, a Revista receberá, como resultado dessa avaliação, sua primeira classificação Qualis. Pedimos, assim, que tenham paciência e aguardem a finalização desse processo.

Saiba mais sobre INFORMAÇÃO SOBRE O QUALIS PERIÓDICO

Edição Atual

v. 1 n. Especial (2021): Marielle Franco Presente!
					Visualizar v. 1 n. Especial (2021): Marielle Franco Presente!

O dossiê propõe compartilhar pesquisas, ensaios, experiências, entrevistas e "escrevivências" sobre vida, obra e legado de Marielle Franco, isso porque ela foi de suma importância para nós. O dossiê irá compor o “Março 2021” mês no qual o Instituto Marielle Franco organiza diversas atividades para lembrar os três anos do Assassinato de Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes, ocorrido no dia 14 de março de 2018, no Estácio, Região Central do Rio de Janeiro.

Publicado: 2021-03-29

Expediente

Apresentação do Dossiê

Ver Todas as Edições

A Sul-Sul - Revista de Ciências Humanas e Sociais é um periódico acadêmico quadrimestral vinculado ao Grupo de pesquisa Corpus Possíveis (CP/UFOB), ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais (PPHCHS/UFOB) e ao Centro das Humanidades (CEHU/UFOB). A revista se interessa por estudos e pesquisas realizados em uma perspectiva trans, multi e interdisciplinar, com atenção especial para as linhas temáticas a seguir: Corporalidades e DiferençaCultura, Gênero e SexualidadeRaça, Territorialidade e Linguagem Outras temáticas também são bem-vindas, desde que preservem, contudo, abordagem interdisciplinar e que dialoguem com teorias críticas das Ciências Humanas e Sociais, a exemplo da De(s)colonialidade, da Pós-colonialidade, da Desconstrução, das pedagogias críticas, dos diversos feminismos, dos estudos sobre gênero e sexualidade, sobre raça/etnia, sobre capacitismo e deficiências etc. Além disso, abre-se espaço amplo para as pertinentes discussões no escopo das Ciências Humanas, Sociologia e Antropologia, Educação, Direitos Humanos dentre outros saberes que se preocupem em realizar uma investigação sobre questões de demanda social e política, como as políticas públicas e instituições que constituem o tecido coletivo, de modo a vislumbrar uma outra sociedade, com base na sustentabilidade e no respeito às diferenças.

BASES DE INDEXAÇÃO

CADASTRE-SE NO SISTEMA

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO